quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Saudade.

Saudade

Eu também sonho com a liberdade.

Sinto saudades de algo que não sei bem ao certo se conheço. Acho que deve ser do paraíso perdido. Eu sinto falta das flores, dos riachos, dos pássaros, da comunhão desinteressada com o divino...

Sinto meu corpo pedindo um pouco de paz.

Minhas mãos trêmulas, tocam minha realidade.

Meus pensamentos inúteis tentam entende-la

A vertigem que me acomete traz medo, mas sei que seguindo em frente, posso descansar...

“Saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar” (Rubem Alves)




3 comentários:

Roger disse...

Li os últimos poemas e amei todos eles. Pois expressam facetas da minha própria alma.

Ana Carla disse...

Parafraseando com o Rubão!!rs...
Lindooo Luizzz....me deu até saudades!! ^^

Dayane disse...

Luis, sei que nos conheçemos pouco ainda... Mas suas ideias, seu jeito, seus textos, suas músicas ja me encantarão de um modo único! :)


Te desejo que sonhe, que tenha sonhos grandes ... e que ele ste movam ao caminho da felicidade!...

faço minhas as palavras Augusto Cury, trecho do livro que você esta lendo ;)

"Sem sonhos, αs perdαs se tornαm insuportαveis,
αs pedrαs do cαminho se tornαm montαnhαs,
os frαcαsos se trαnsformαm em golpes fαtαis.
Mαs se você tiver grαndes sonhos...
seus erros produzirαo crescimento,
seus desαfios produzirαo oportunidαdes,
seus medos produzirαo corrαgem.
Por isso meu αrdente desejo é que você
Nuncα desistα de seus sonhos"


;**

Dayane Dellatorre