segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Desencontros


Atrás das verdades sobre a existência
construí pontes entre vales de ilusão.
Em busca do resgate da inocência
aflorei em minha pele as marcas da emoção.

O certo e o errado num piscar de olhos,
o sim e o não no olho do furacão,
a vida ilusória feita de sonhos,
sem encontrar por trás de tudo a razão.

Sem verdades, sem inocência, sem emoção,
adormeci diante das angústias e dos medos.
Sem respostas, sem sonhos, sem razão,
vi a imagem distorcida da morte dos desejos.

2 comentários:

Natália disse...

'Atrás das verdades sobre a existência
construí pontes entre vales de ilusão.'

Gostei do texto, fostes tu mesmo que escreveu? Muito interessante... parabéns.

Luiz Antonio disse...

Com certeza querida! Coisas que fazem parte da minha vida.
Vc tem msn? Se quiser me add:
luiz.direito@hotmail.com

Até!!!